Paramahansa Yogananda durante a sua última Convocação, ou cerimônia em Kriya em 1951

Se nem todo mundo conhece Paramahansa Yogananda, todos, principalmente os que se interessam um pouco por religião, já leram alguma coisa sobre a espiritualidade oriental ou sobre o hinduísmo em particular. Desde a época da contracultura, o espaço que certos costumes e a filosofia indiana ganharam na mídia,  trouxeram mais familiaridade com suas tradições espirituais, que vieram agregadas ao "pacote" de tudo o que foi apresentado como "novidade" ao mundo ocidental: as roupas, a alimentação, a música, entre outras coisas; mas essa abertura, por outro lado, de certa forma também banalizou tudo, incluindo a religiosidade.

E é aqui que entra a importância de Yogananda e sua obra: a autenticidade daquilo que escreveu, com a garantia de quem viveu aquilo que ensinou. Como todos os grandes mestres de todas as religiões, sua vida foi um modelo de conduta que até hoje inspira milhares (senão milhões) de estudantes e devotos em todo o mundo.

Em nota do autor, na sua nova Autobiografia, edição de 1951, Yogananda afirmou que a grande recepção que sua obra obteve em diversos países era uma resposta afirmativa à questão de que o yoga podia ter lugar e valor significativo na vida do homem moderno. E no último e mais longo capítulo que adicionou, ele fez questão de destacar a Kriya como legado para a posteridade. Fiel ao compromisso de estabelecer a unidade entre as religiões, usando o exemplo de muitos santos e personalidades antes pouco conhecidos do público, ele destaca:

"Frei Lawrence, místico cristão do século 17,  conta-nos que teve seu primeiro vislumbre da experiência de Deus ao contemplar uma árvore. Quase todos os seres humanos viram uma árvore; poucos, infelizmente, viram, através dela, o Criador da árvore. A maioria é absolutamente incapaz de invocar aqueles poderes de devoção irresistíveis, possuídos sem esforço por alguns ekantins, santos de um só e supremo objetivo, encontrados em todas as sendas religiosas, sejam do Oriente ou do Ocidente. Entretanto, o homem comum  não se acha, por isso, excluído da possibilidade de comungar com Deus. Para despertar a memória de sua própria divindade, ele de nada mais precisa que a técnica de Kriya Yoga, a observância diária dos preceitos morais e a aptidão de clamar sinceramente: “Senhor, anseio conhecer-Te! "

Kriya Ioga - Legado para a posteridade

"Os recém-chegados aos vários centros de SRF costumam solicitar maiores esclarecimentos sobre ioga. Ouço, às vezes, esta pergunta: “É verdade, conforme asseveram certas organizações, que a ioga não pode ser estudada com bons resultados através de material impresso, mas deveria ser praticada somente sob a orientação imediata de um instrutor ? “

Na Idade Atômica, a ioga deve ser ensinada por um curso impresso de instruções, como as Lições de SRF,¹ou a ciência da libertação novamente se limitará  a  alguns  eleitos.  Seria,  de  fato, uma  bênção  inapreciável  se  cada estudante pudesse ter a seu  lado um guru, na posse perfeita da sabedoria divina; mas o mundo é constituído de muitos "pecadores" e poucos santos.

Como poderão as multidões, neste caso, receber o auxílio da ioga, a não ser pelo estudo, em seus lares, de instruções escritas por verdadeiros jogues? A única  alternativa seria ignorar o  “homem  comum”  e  privá-lo  do conhecimento da  ioga. Mas este não é o plano de Deus para a nova era. Bábají  prometeu  proteger  e  guiar  todos  os  Kriya  Yogis  sinceros  na  senda para a Meta Suprema.

Precisa-se de centenas de milhares de Kríya Yogis e  não  apenas  de meia-dúzía,  para  tornar  realidade  o mundo de paz  e de abundância  que  aguarda  os  homens  quando  tiverem  feito  o  esforço necessário para restabelecer seu “status” como filhos do Pai Divino.

A função abençoada  de  Kriya Yoga no Oriente e no Ocidente  está apenas em seu começo. Possam todos os homens saber que existe uma técnica científica, definida, para o Encontro com Deus e a superação de toda miséria humana! "

 

As convocações na Self-Realization foram instituídas por Yogananda, e a organização promove anualmente esses encontros em muitos países, inclusive no Brasil, onde são realizadas as cerimônias de iniciação em Kriya. Veja fotos de uma "Convocação" aqui  e videos no youtube aqui

 

Mahasamadhi de Yogananda

Voltar Menu